No quarto do sofrimento

1Como é feliz aquele que se importa com o pobre! Em tempos de aflição, o SENHOR o livra. 2O SENHOR o protege e lhe conserva a vida. Ele o faz prosperar na terra e o livra de seus inimigos. 3O SENHOR cuida dele quando fica doente e lhe restaura a saúde.4Orei: “Ó SENHOR, tem misericórdia de mim! Cura-me, pois pequei contra ti!”. 5Meus inimigos, porém, só falam mal de mim: “Quando ele morrerá e será esquecido?”. 6Visitam-me como se fossem meus amigos, mas todo o tempo reúnem calúnias contra mim e depois as espalham por aí. 7Todos que me odeiam falam de mim em sussurros e imaginam o pior. 8“Ele está com uma doença mortal”, dizem, “nunca mais se levantará da cama!” 9Até meu melhor amigo, em quem eu confiava e com quem repartia meu pão, voltou-se contra mim. 10SENHOR, tem misericórdia de mim! Devolve-me a saúde, para que eu lhes dê o que merecem. 11Sei que te agradas de mim, pois não deixaste que meus inimigos triunfassem. 12Preservaste minha vida porque sou inocente e trouxeste-me à tua presença para sempre. 13Louvado seja o SENHOR, o Deus de Israel, de eternidade a eternidade. Amém e amém!

Salmo 41

Publicar um comentário